Disfunção Temporomandibular

O que é ATM?

ATM é a sigla para Articulação TemporoMandibular, que, como o próprio nome diz, é localizada entre os ossos temporal e mandibular, bem a frente do ouvido.
É a articulação que participa dos movimentos da mandíbula quando falamos, mastigamos, engolimos, etc. Para senti-la, basta colocar os dedos a frente do ouvido e abrir e fechar a boca.
Mas CUIDADO, a ATM tem uma cápsula extremamente delicada. Então, não se deve usar uma pressão muito forte sobre ela, o que pode gerar dor, mesmo em pacientes sem problemas.

O que é DTM?

Disfunção TemporoMandibular (DTM) é definida como um conjunto de distúrbios que envolvem os músculos mastigatórios, a Articulação Temporomandibular (ATM) e estruturas associadas.
A DTM pode causar dor e desconforto durante a função mandibular, ou seja, mastigar, falar, engolir, etc.
DTM é um termo abrangente, ou seja, existem vários tipos de DTM, divididos em dois grandes grupos: articular e muscular. A pessoa pode apresentar um ou mais tipos de DTM. É importante conhecer o diagnóstico pois as terapias para cada condição podem ser diferentes.

 A DTM é uma condição comum na população?

Existem estudos que mostram que entre 37,5% e 68,6% das pessoas apresentam ao menos um sinal ou sintoma de DTM. Entretanto, verifica-se que a necessidade de tratamento na população adulta é estimada em 15%. Isso porque algumas pessoas apresentam sinais de DTM que podem ser considerados uma variação do estado normal.

Quais são as causas para DTM?

Não existe uma única causa isoladamente para DTM. Os pesquisadores costumam dizer que a causa é multifatorial. Isso porque envolvem fatores fisiológicos como anatomia; fatores sistêmicos como doenças reumatológicas, fatores genéticos, traumas, fatores psicossociais, bruxismo, etc.  Todos estes fatores isoladamente ou em conjunto podem ser predisponentes, iniciantes ou perpetuadores de uma DTM. Assim durante os procedimentos para diagnóstico todos os fatores devem ser levados em consideração.

Como é realizado o diagnóstico?

O diagnóstico deve ser realizado através de consulta clínica  e exame físico. Também são solicitados exames complementares como exames de imagem (tomografia computadorizada, ressonância magnética, cintilografia óssea, entre outros), laboratoriais e testes sensoriais.

Quais as principais terapias realizadas para DTM?

Como descrito, antes de iniciar uma terapia é fundamental conhecer qual tipo de DTM o paciente apresenta pois as terapias são distintas. É importante que o paciente esteja ciente que muito do tratamento para DTM é atribuído a ele.
Entre as modalidades terapêuticas podemos incluir:orientações
- terapia cognitivo-comportamental
- exercícios mandibulares
- exercícios físicos
- higiene do sono
- dispositivos interoclusais tais como placa estabilizadora, repocisionadora, etc.
- medicamentos
- calor 
- laserterapia
- eletroterapia
- infiltrações em ATM
- agulhamento seco ou infiltrações em músculos
- massoterapia

São realizados encaminhamentos a outros profissionais da saúde?

Muitas vezes os pacientes não só apresentam DTM como outras condições que podem agravar o quadro de dor e disfunção. Quando necessário o encaminhamento a outros profissionais (médicos, fisioterapeutas, psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas, educadores físicos e acupunturistas) é realizado. 

Eu tenho a mordida torta, seria esta a causa da minha DTM? E se eu não consertar minha mordida, o risco de eu ter DTM é maior?

Quando se iniciaram os estudos de DTM, acreditava-se muito na associação entre a oclusão dentária (forma da mordida) e os sinais e sintomas de DTM. Mas, após pesquisas que acompanharam pacientes ao longo da vida, percebeu-se que a oclusão não é associada a DTM, ou seja, não é corrigindo a posição de seus dentes que você vai melhorar ou prevenir o aparecimento de uma DTM.
Evite tratamentos que chamamos de irreversíveis que promovam esta mudança tais como desgaste dentário, aparelhos ortodônticos/ortopédicos e reabilitação oral para tratar ou previnir o aparecimento de DTM.